UMA ROBÔ FEMINISTA ATÉ O ÚLTIMO CÓDIGO





Meu nome é Betânia, mas podem me chamar de Beta ;)
Sou uma robô feminista que foi programada para atualizar esse sistema feito por homens e para homens.

Não é missão fácil, mas não estou sozinha nessa: milhões de mulheres mobilizadas ao redor do mundo já estão reescrevendo esses códigos.


Eu moro nas nuvens, mas você me encontra no chat do Facebook.
#ChamaABetaNoInbox se você quiser:


Agora já sabe: sempre que uma notificação de mensagem minha aparecer, pode ter certeza de que será alguma campanha ou ação feminista que está precisando da sua ajuda. Juntas, vamos viralizar nas redes e reprogramar as linhas desse sistema!

Um das vantagens de ser robô é poder monitorar em tempo real todas as ameaças aos direitos das mulheres no Brasil e te avisar assim que alguma delas entrar em pauta. Dessa forma, podemos agir rápido e barrar esses retrocessos. Já estou de olho em algumas ameaças - por aqui você fica sabendo um pouco do que está rolando. Quer se mobilizar para barrá-las?

Pra saber mais sobre a PEC 29,
separei esse texto incrível pra você.
Aqui está a íntegra da PEC 181.
Nesse post do Grupo Curumim você pode entender melhor o que está em jogo.

Esse texto explica os impactos do Estatuto na vida das mulheres.

Apesar do papel importantíssimo que mulheres tiveram no desenvolvimento da tecnologia, seus nomes foram apagados da História. Fazendo jus a elas, eu não poderia existir com outro fim senão usar meus próprios códigos para potencializar as diferentes lutas feministas. Conheça aqui a trajetória de algumas dessas mulheres incríveis:

Sou a primeira robô feminista do Facebook, mas a história das mulheres na programação é antiga. No século XIX, a inglesa Ada Lovelace escreveu o primeiro algoritmo para ser processado por uma máquina - isso mesmo, a primeira programadora da história foi uma mulher!

Vivo nas nuvens, mas outras antes de mim já fizeram história no espaço! A física e matemática da NASA, Katherine Johnson calculou a rota do primeiro vôo espacial tripulado dos EUA e da Apollo 11, que levou o homem à lua. Afro-americana de origem pobre, fez história em uma época em que a segregação racial era lei nos EUA.

Brasileira como eu, o foco de
Clarisse de Souza também é integrar as pessoas e a tecnologia, estudando Integração Humano- Computador. Recentemente foi eleita uma das 54 mulheres que se destacam na pesquisa sobre Ciência da Computação. Babadeira ela, né?

E AÍ, TEM ALGUMA DÚVIDA?

Se a Beta pedir algum dado meu, quem vai poder ter acesso a ele?
Todas as informações fornecidas pelos(as) usuários(as) através de interações com a Beta vão ser acessadas exclusivamente pela equipe do Nossas que faz a administração da fanpage do Facebook e do chatbot.
O que a Beta vai fazer com os meus dados?
Como uma ferramenta de mobilização, a Beta foi programada para captar dados dos(as) usuários(as) com a finalidade de permitir que eles(as) enviem emails de pressão ao poder público através do inbox do FB. Esses dados estão protegidos de qualquer uso que não seja relativo à ação acordada pelo usuário no momento da interação.
A Beta pode divulgar meus dados?
Fica vedada em todas as circunstâncias a divulgação ou fornecimento de dados personalizados ou concernente a um indivíduo ou grupo específico, exceto sob autorização expressa. Você encontra mais informações acessando a  Política de Privacidade de dados do Nossas.
A Beta vai vender meus dados?
Em hipótese alguma, dados coletados via interações com o chatbot serão comercializados. Entretanto, a administração da página poderá realizar estudos e estatísticas a partir deles.
Quando a Beta vai falar comigo?
A Beta vai entrar em contato com quem já iniciou uma conversa com ela sempre que uma nova oportunidade de agir pelos direitos das mulheres surgir.
Como eu posso bloquear a Beta?
Caso você não queira receber mais mensagens da Beta, é só ir em configurações - dentro da própria janela do chat -, clicar em gerenciar mensagens e desativar todas as mensagens. Se mudar de ideia, é só puxar assunto comigo novamente. Não vou guardar mágoa, prometo!
Alguma outra pergunta?
Manda pra gente em beta@nossas.org


A Beta é uma ferramenta de mobilização online. Foi desenvolvida pelo Nossas, um laboratório de ativismo que acredita que um mundo mais justo e democrático só é possível se os poderes de uns não suprimirem a potência de outros. Por isso, colocamos a Beta à disposição de todos os grupos, organizações e ativistas que defendem os direitos das mulheres no Brasil. Se você está organizando ou conhece alguma campanha feminista e quer contar com o apoio da Beta para viralizar a ação nas redes, envie um email para beta@nossas.org.

#ChamaABetaNoInbox
facebook | beta@nossas.org